Capa » Quadrinhos » Classe Nerd Análise – O Sombra: O Fogo da Criação Vol-1
Classe Nerd Análise – O Sombra: O Fogo da Criação Vol-1

Classe Nerd Análise – O Sombra: O Fogo da Criação Vol-1

“Quem sabe o mal que se esconde nos corações humanos? O Sombra sabe!”

Era IMPOSSÍVEL não começar esta análise deste célebre personagem sem ser, usando a sua icônica e eloquente frase. E é assim que começamos e estreamos, em altíssimo nível, o nosso Classe Nerd Análise, sobre esta sensacional Graphic Novel lançada pela Dynamite Entertainment, com roteiro de Garth Ennis e arte de Aaron Campbell, com este ícone da era de ouro da DC, O Sombra – O Fogo da Criação.

Antes de tudo, vamos situar a galera que não conhece e até nunca ouviu falar em O Sombra! O personagem criado por Walter B. Gibson, em 1930, originalmente para uma série de programas de rádio, Rádio Detective Story Hour (31 de Julho de 1930), que teve 300 episódios de bastante sucesso na época, estreou pela 1º vez nas páginas das HQs publicado nas revistas Pulp “The Living Shadow” , em 1 de Abril de 1931.

E também, depois de muitos anos, em 1994, chegou às telonas, com o filme O Sombra, dos estúdios da Universal Pictures, estrelado e protagonizado por Alec Baldwin, que, a pesar de eu, particularmente gostar e lembrar com saudosismo do longa, não foi muito bem de bilheteria, que teve só US$ 48 milhões arrecadados pelo filme, e que teve investido US$ 40 milhões no orçamento pela Universal. mas, vale ressaltar para a trajetória do personagem através do tempo e das mídias.

O personagem até teve outras adaptações para longas em 1937,  “The Shadow Strikes” (no Brasil, “Mr. Sombra”), em 1940, “The Shadow” (no Brasil, “A Sombra do Terror”), em 1946, em “The Shadows Return” (“O Sombra Retorna”),e em 1958 com “Bourbon Street Shadows”, porém, eu considero  a mais relevante de 1994 que deu uma atualizada no personagem para um novo público e revigorando a imagem dele.

O personagem que tem treinamento profundo nas artes místicas e aprendeu no Oriente o poder de controlar a mente humana, pode desaparecer nas sombras diante de seus oponentes, e detém destreza e habilidades quase infalíveis de tiro, sempre bem usadas de forma impecável com a ajuda de suas inseparáveis pistolas Colt 1911 45.

Então, durante muito tempo longe até que a Dynamite Entertainment chega lançando esta excelente Graphic Novel do personagem em 2014, reapresentando para um novo público O Sombra em uma excelente história, com arco bem estruturado e escrito por Garth Ennis, artes de Aaron Campbell, com inconfundíveis e maravilhosas ilustrações de capas pelo mestre Alex Ross.

A História:

Um dos pontos mais marcantes e que considero apertadíssimo desta HQ de Garth Ennis, foi sua concepção de colocar o personagem clássico em meio aos acontecimentos às vésperas da 2º Guerra Mundial, onde ele se junta ao serviço de inteligência americano para acabar com um poderoso major do exército japonês e seu comparsa, em uma obra de ficção policial bem ao estilo tradicional, sem grandes reviravoltas, mas recheada de excelentes pontos e de detalhes históricos.

A Arte:

A excelente narrativa de Garth Ennis para a história, realmente necessitava de uma bela arte, e que, esta igualmente representada com a excelente ilustração de Aaron Campbell, em personagens bem traçados e cheios de expressões, aliados a cenários ricos em detalhes e belas cenas de capa dupla e cenas de ação na guerra. Tudo isso junto com outro grande artista e seu excelente trabalho de luz e sombra e das cores de Carlos Lopez, que da visual perfeito e irretocável para esta bela Graphoc Novel.

E, como não falar de arte sem resaltar a obra e contribuição espetacular das capas do Mestre Alex Ross, com seu trabalho diferenciado em ilustrações realistas sensacionais estampando as capas, principais deste exemplar assim como dos volumes que compões esta edição especial com o arco completo.

Os Extras:

Outro excelente ponto e este, um ponto fortíssimo da edição, é a galeria de extras, com as cerejas deste belo bolo, onde encontramos além do roteiro original de Garth Ennis, para o 1º capítulo deste arco de 6, podemos ver outras capas do personagem desenhadas por vários artistas e seus estilos, e uma galeria especial de capas ilustradas por Alex Ross, além de esboços, a lápis ainda, de ideias e conceitos para capas também de Ross.

Para a galera que curte o estilo clássico e adora este ambiente de 2º Guerra Mundial, O Sombra – O Fogo da Criação,é realmente, uma excelente oportunidade de conhecer o personagem clássico da DC em uma história muito boa, fácil e divertida, com este presente visual destes artistas ilustrando as páginas e estes extras trazidos nela que, são imperdíveis para qualquer colecionador fã do personagem assim como eu.

E se você ficou curioso ou já tinha interesse na HQ, mas ainda estava em dúvidas e agora quer ter a sua, clique AQUI e garanta já.

Sobre Rodrigo Ribeiro

Rodrigo Ribeiro